• Por uma cultura de paz e uma mídia cidadã.

Insider

Archives

Palestrante aborda a Paz dentro da Psicologia Genética

FONTE:  Universidade Estadual de Ponta Grossa, Paraná. Site: www.uepg.br  por Carlos Alberto Mayer
Outras informações sobre o NEP/UEPG podem ser obtidas através do site www.uepg.br/nep

Profa Nádia Badue Freira NEP/UEPG

O Núcleo de Estudos e Formação de Professores em Educação para a Paz e Convivências da Universidade Estadual de Ponta Grossa (NEP/UEPG), realizou na última quarta-feira (21/09), um evento que contou com a participação da professora Nádia Badue Freire, pesquisadora e coordenadora do Grupo de Estudos em Educação para a Paz e Tolerância, da Faculdade de Educação da Universidade de Campinas (GEEPAZ/FE-Unicamp). Na oportunidade Nádia proferiu palestra como parte das ações do NEP/UEPG referentes à Semana da Paz em Ponta Grossa, instituída pela Lei Municipal n. 8280 de novembro de 2005, com o objetivo de promover a reflexão sobre violências e alternativas para a prevenção.

Segundo o coordenador, professor Nei Alberto Salles Filho, a professora Nádia Badue Freire, abordou a temática Educação para a Paz sob o prisma da Psicologia Genética. Ela fez afirmações sobre a importância dos estudos de Jean Piaget na construção de referências teóricas sobre tolerância, moral que contribuam no processo de educar para a paz. “Nesse sentido, a Educação para a Paz configura-se como desenvolvimento do ser humano em todos os aspectos, sendo essa foi uma das principais mensagens da palestra”, destaca. A professora Nádia ainda comentou sobre o trabalho do grupo GEEPAZ/Unicamp, que tem realizado pesquisas e formação de educadores na área da Educação para a Paz nos últimos anos.

Segundo Nei Salles, as cerca de 60 pessoas, entre professores, assistentes sociais, psicólogos e acadêmicos de cursos de licenciatura da UEPG, após a palestra, participaram do debate com a professora Nádia, sobre alguns pontos levantados na sua exposição. “Percebe-se que a Educação para a Paz vai sendo percebida, aos poucos, mas com solidez, como uma alternativa viável para e melhoria das convivências escolares”, salienta. Para a palestrante a ‘Pedagogia da Convivência’, ‘Educação em Valores Humanos’ e a ‘mediação de conflitos’ são temas cada vez mais aprofundados e estudados, pensando na educação para a paz. No final dos trabalhos, Nádia fez o sorteio de um exemplar do livro “Educar para a Paz e a Tolerância> fundamentos teóricos e prática educacional” (Ed. Mercado das Letras, 2011). Para o coordenador, este livro é fruto da pesquisa do GEEPAZ/Unicamp, e uma referência muito importante para os estudos da Educação para a Paz.

Nei Alberto entende que eventos como esse, que serão realizados até o final deste ano, aliados à divulgação, trocas de experiência e de pesquisa, ampliados com a caminhada coletiva, é possível pensar em outros processos com vistas à contribuição e enfrentamento das violências sociais diretas e que estão envolvidas nas escolas. “Ao mesmo tempo, o NEP/UEPG consegue qualificar seu trabalho e criar pontes com instituições que pesquisam e trabalham o tema ‘Educação para a Paz’, como foi o caso da interação com a Unicamp”, finaliza. Outras informações sobre o NEP/UEPG podem ser obtidas através do site www.uepg.br/nep

Popularity: 3% [?]

Share and Enjoy:
  • Digg
  • Sphinn
  • del.icio.us
  • Facebook
  • Mixx
  • Google

Deixar um comentário